Disjunção esferoidal

A acção conjunta do alívio de pressão e da insolação podem originar fissuras nas camadas mais externas de alguns blocos graníticos. Daqui resulta uma descamação que a erosão acaba por remover em camadas mais ou menos concêntricas. Esta forma designa-se por disjunção esferoidal ou escamação em forma de cebola. Nestes locais, o granito sofre ainda uma forte arenização, esfarela-se mais rapidamente e permite que as plantas desenvolvam as suas raízes contribuindo ainda mais para a sua alteração.

Disjunção esferoidal
Disjunção esferoidal

About | Privacy Policy | Sitemap
© Paulo Rocha